300.png
Câmara municipal

Câmara municipal de Tibagi Julga o Ex Prefeito Sinval Ferreira da Silva Por irregularidades de contas do exercício 2008 e 2009

Na data de 20 de Agosto do corrente ano, a câmara de vereadores em seção extraordinária votou no projeto de decreto Legislativo Nº 015/2018 de autoria da comissão de finanças e Orçamento

21/08/2018 12h31
Por: Regis Negrão
2094

Na data de  20 de Agosto do corrente ano, a câmara  de vereadores em seção extraordinária votou  no projeto  de decreto Legislativo Nº 015/2018  de  autoria  da comissão de finanças e Orçamento, onde resulta  na  tomada de Contas  do Tribunal do Estado  em relação  do termo de parceria   firmado o Instituto Corpore   pela administração  Municipal 2008 e 2009.

 

Na seção pudemos  ver que  esse processo de 2000 paginas teve  o  seu final  na  noite de hoje  por  sete  votos a  favor e dois  contrários   sendo  Vereador  Antonio Barbosa Quadra Tonico e  Vereador  João Paulo os  contrários  ao Projeto.

 

A tribuna  foi aberta  ao  ex prefeito  Sinval  Ferreira da Silva que  explanou  uma carta   onde  teria  enviado ao legislativo. Sendo que  nessa carta o mesmo em sua  defesa  o meso pede  tempo para que os mesmo investigassem  e  buscassem  se interar  dos  fatos  e  assim podendo  julgar  com critérios e assim tendo em mãos provas  para  tal  julgo.

 

Conversamos ao final da seção  com o vereador Jorge  Cardoso que foi o relator  do Projeto onde  ele  falou  que acredita que   o ex prefeito não teria  apresentado provas  concretas  para   ser  absolvido, mas o mesmo tem  todo direito de  buscar  esses provas e  recorrer as multas e  ele terá  todo direito de fazer a sua  defesa  apresentar provas  se assim a  justiça  colher,

 

 

Na outra  parte  contraria    O vereador  João Paulo  sita que  não sentia  confortável e nem mesmo seria  capas  de   ler e entender   um processo de 2000 paginas  dentro de 60  dias e  tirar  uma conclusão,  onde o mesmo  falou com advogados  e  acredita  que seria impossível nesse  pouco tempo  tirar uma  decisão  conclusa  sobre o processo e  também fala que   a câmara de vereadores não esta  apto Tecnicamente   a  fazer  esse tipo de  julgamento pois  existe  uma  certa dificuldade  para   ser  entendido  um processo  tão  complexo e por isso  vota  contra também enfatiza   teria que  ser revisto , no sistema  pois a câmara  não tem a competência  para  tal julgo.  

 

O ex prefeito  Sinval ferreira da  silva  falou a nossa  equipe :

 

O Tribunal de Contas apontou irregularidades na Tomada de Contas sem provar as suas alegações. Alega fatos não comprovados e que não são verdadeiros. A maioria dos Vereadores votaram se baseando na decisão do Tribunal de Contas e afirmando que eu nao tinha provado  minha inocência no referido tribunal. As coisas estão invertidas, pois acredito que o acusador é que tem que provar a culpa do réu. Queriam que eu provasse a minha inocência sobre crime que não cometi e não aceitaram as minhas provas. Tentei de todas as maneiras, no TCE e na Câmara argumentar que os fatos não ocorreram, mas mesmo assim fui condenado. Informo-lhe que o Instituto Corpore foi contratado por licitação e que cumpriu o Termo de Parceria com a Prefeitura. Esta parceria permitiu a contratação de médicos e outros profissionais para trabalhar nas equipes do PSF - Programa Saúde da Família - na sede da cidade e nos distritos. Fui condenado a devolver valores que não recebi.  Vejo com clareza que a Câmara poderia ter apurado os fatos e corrigido este erro, mas também vejo que foi armada uma condenação com o objetivo me impedir de ser candidato na próxima eleição

Comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Tibaginews